terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Oportunidades para enriquecer em 2015, se você ‘AMA O BRASIL’

01 – Crie uma superprodução cinematográfica com heróis 100% brasileiros
O Blog ‘AME O BRASIL - <3 O [<O>] – elencou 14 oportunidades de negócios que podem fazer você alavancar um futuro milionário a partir de 2015. As marcas mostradas em baixo do lado esquerdo das imagens, mostram se essas iniciativas já foram feitas (verde) ou se ainda não existem (vermelha):

01 – Crie uma superprodução cinematográfica com heróis 100% brasileiros

read this article in English

Para esse tema devemos misturar elementos de filmes que mexem com a cultura dos japoneses como Ultraman, e Godzila, com o espírito de ‘ame sua cidade’ apresentado por ‘Ghostbusters’ em relação a New York. Assim criamos os ‘Heróis do Obelisco’, 32 super-heróis, cada qual com poderes e características especificas do povo brasileiro, que defendem a cidade de São Paulo de vilões cruéis como o ‘Anahngá’, terrível monstro do vale do Anhangabaú, bem como das forças corruptas de inimigos de carne e osso da grande cidade tropical.
02 – Montar uma fabrica de camisetas com motivos de pinturas de tribos brasileiras

02 – Montar uma fabrica de camisetas com motivos de pinturas de tribos brasileiras

Essa idéia funciona bem para o pequeno empreendedor, que com pouco investimento, pode chegar a ter múltiplas variações de diversas de camisetas, levando em consideração os 238 povos indígenas do território brasileiro.

 03 - Usar do fato de que o Brasil é o Pais que inventou a aeronáutica e produzir novas aeronaves.

 03 - Usar do fato de que o Brasil é o Pais que inventou a aeronáutica e produzir novas aeronaves.

Ainda bem que a Embraer, o ITA e a FAB, em esforço conjunto, tiveram essa visão (se você não ama o Brasil, você provavelmente acredita que quem inventou o avião foram os Irmãos Wright, e esse item não vai fazer o menor sentido)
O KC-390, revolucionário avião que pretende substituir os ja cansados Hércules, concebido inteiramente executado no Brasil foi apresentado no ultimo 21 de novembro, na fábrica da Embraer em Gavião Peixoto (SP). Pela primeira vez, a imprensa e representantes de mais 32 países tiveram a oportunidade de ver de perto o maior avião já desenvolvido e fabricado no Brasil.
04 – Forneça soluções e engenharia inteligente para as favelas

04 – Forneça soluções e engenharia inteligente para as favelas

As favelas fazem parte da historia, cultura e sociedade Brasileira, tentar exterminar as favelas para fazer casas populares tem se mostrado uma política bastante equivocada.

A solução apresentada pelo blog Blemya no ano de 2010 'Soluções inteligentes para as favelas' foi a de criar uma empresa especializada em levar saneamento, conforto e infra-estrutura, no estado de arte, a baixos preços para as áreas de favelas.
05 – Toy Art de Orixas e bonecos brasileiros

05 – Toy Art de Orixas e bonecos brasileiros

Grande potencial de se tornar um cult, (pelo menos fez grande sucesso no meu blog, tenho diversos e-mails pedindo para comprar um ( http://ameobrasil.blogspot.com.br/2012/11/orixas-em-toy-art.html
). Seguindo inspiração na boneca Blythe, criada em 1972 pelo designer Allison Katzman, mas que ganhou destaque no ano de 1997, quando a jornalista Gina Garan passou a fotografá-la em diversos lugares, dando assim inspiração ao seu livro "This is Blythe".
06 – Sirva pratos típicos brasileiros em seu restaurante

06 – Sirva pratos típicos brasileiros em seu restaurante

O cultuado chefe Alex Atala é o principal protagonista dessa minha matéria e com certeza, leva o Brasil para o mundo e para os próprios brasileiros como uma ‘coisa muito boa’. Inaugurado em janeiro de 2009, o restaurante Dalva e Dito trouxe para a cidade de Sao Paulo, uma cultura já bastante arraigada no Belém do Pará, de valorizar nossos pratos como cultura Brasileira.
07 – Publique revistas do segmento da cultura TUPI-POP

07 – Publique revistas do segmento da cultura TUPI-POP

Assim como a cultura J-Pop (Japonesa) e K-pop (Coreana), nos também segmentamos e curtimos a cultura de nossos povos indígenas, com anúncios em Tupi Antigo, Nheengatu, e idiomas próprios.
08 – Aplique técnicas de Spa com pinturas indígenas

08 – Aplique técnicas de Spa com pinturas indígenas

A técnica de Pihin (pintura corporal indígena), busca trazer a civilização urbana o equilíbrio supremo através do conhecimento milenar da arte da pintura corporal indígena (http://ameobrasil.blogspot.com.br/2013/09/spa-pihin-ou-spa-nova-tupi-uma-nova.html ). Também conhecida como ‘a terapia completa’, a técnica Pihin promove o melhoramento do indivíduo em todos seus aspectos; físico, estético, mental, espiritual e psicológico, alem de ser uma ótima manifestação de carinho de uma pessoa ã outra.
09 – Faça cosméticos com produtos naturais brasileiros

09 – Faça cosméticos com produtos naturais brasileiros

A Natura é um dos exemplos mais empolgantes da cultura ‘Nova Tupi’. Fundada em 1969 por Jean-Pierre Berjeaut e pelo atual presidente, Antonio Luiz da Cunha Seabra, a Natura tinha o objetivo de vender produtos de cuidado pessoal que fossem produzidos com fórmulas naturais, de alta qualidade e a preços competitivos.

A linha ‘Natura Ekos’ utiliza 14 ativos da biodiversidade brasileira, cujo fornecimento e repartição de benefícios geraram, ao longo desses anos, mais de R$ 8,5 milhões em recursos. Dessa forma, Natura Ekos apóia o desenvolvimento social, o fortalecimento da economia e o cuidado com o meio-ambiente nas comunidades.
10 – Pegue onda na Pororoca

10 – Pegue onda na Pororoca

A exemplo dos investimentos nos esportes de inverno, feitos pela Red Bull na Suíça e na Áustria, o Brasil também entra nesse cenário, com a pratica de esportes em meio às forças da natureza, patrocinados pela marca de energéticos Austríaca.

Em 2005 Serginho Laus conseguiu medir com precisão o que é surfar na pororoca do rio Araguari; Ele foi a 19,6km/h, por num percurso de 11,8km, que durou 36 minutos.

A ABRASPO - Associação Brasileira de Surf na Pororoca é a entidade que desde 1999 anos promove e divulga o surf na pororoca. isso também é uma forma de incentivar o turismo e o intercambio cultural entre o publico jovem.
11 – Administre um hotel/Restaurante Étnico
11 – Administre um hotel/Restaurante Étnico

Escolha uma etnia indígena, ai então, com o auxilio de seus próprios integrantes faça com que seus clientes comam pratos da tribo, aprendam suas historias e principalmente, ajudem a essa tribo a divulgar sua cultura e obter recursos para sua própria expansão de terras de forma sustentável.
12 – Crie um novo segmento de bebidas

12 – Crie um novo segmento de bebidas

o Cauim continua sendo uma bebida ritual dos índios em suas tribos e o destilado de mandioca, a Tiquira, continua sendo produzida com péssima qualidade.

Eu venho Fazendo uma serie de experiências no sentido de produzir o Cauim (Kaüim, em Tupi Antigo) http://ameobrasil.blogspot.com.br/2013/09/receita-em-tupi-antigo-para-o-preparo.html e tenho certeza de que essa pode ser uma grande bebida gastronômica para acompanhar pratos brasileiros, a exemplo do Saque e do Sochu.
13 – Crie Artigos zoomórficos

13 – Crie Artigos zoomórficos

Inspirados em objetos indígenas, e também nos Frank Gehry's Fish Lamps, vemos este ‘Abajur Pirarucu’.
14 – De valor a sua própria historia, seja Tupi-Pop

14 – De valor a sua própria historia, seja Tupi-Pop

Valorize a cultura Tupi-Pop, a exemplo dos Japoneses com o J-Pop e dos Coreanos com o K-Pop, valorizando seus rituais, suas musicas, sua cultura, incorporando a atitudes urbanas dos dias atuais e sendo feliz com sua própria essência. Na foto, mulher usa um botoque janela de plexiglass

——
A boa noticia é que aos poucos o brasileiro tem cada vez mais orgulho dos produtos Brasileiros e isso gera uma grande oportunidade de negócios para os empreendedores que ‘AMAM O BRASIL’. A má noticia é que ainda ha muito por ser feito.

Marcas empreendedoras como Havaianas, Natura, os restaurantes D.O.M. e o Dalva e Dito de Alex Atala, entenderam e faturam alto com essa aposta.

Seria inconcebível para um brasileiro no ano de 1973, ir num restaurante de comida brasileira, tomar cachaça, bebida de boteco pobre na época, usando uma sandália Havaiana e gastar o equivalente a US$ 450,00 no passeio.

Por outro lado, a cultura japonesa insiste em apoiar empresas japonesas. É por isso que a Microsoft vem saindo muito pior do que a Sony no Japão. O mesmo tipo de coisa existe em os EUA também. Muitos norte-americanos gostam de apoiar as empresas americanas, de modo que o 360 detonou o PS3 nas gôndolas dos EUA. Mas no Brasil, continuamos a acreditar que tudo o que vem de fora é melhor do que as coisas brasileiras.

A algum tempo atrás, nos anos setenta, lançar produtos relacionados a cultura dos brasileiros seria fracasso na certa, hoje as coisas mudaram bastante, mas ainda tem muito ainda que mudar, e com isso, temos ainda muita oportunidade de negócios.


Nenhum comentário:

Postar um comentário